A maior beleza das aves está na sua liberdade!
Muitas coisas o pássaro diria, se pudesse falar.
E a tua alma, criança, tremeria, vendo tanta aflição.
E a tua mão, tremendo, lhe abriria a porta da prisão...

Quarta-feira, 10 de Abril de 2013
Abraço de koala

Pois... Eles são assim mesmo como estão a ver.

 

Eles são doces, doces... É só a gente não evidenciar receio, saber lidar e oferecer aconchego.

 

Sabia que o medo se transmite e é sinónimo de ataque para qualquer animal?

 

O que é que qualquer animal faz se tem medo? Ou ataca ou foge.

 

Nessa contingência, e na hipóptese do outro atacar, se mostramos medo eles atacam ou fogem primeiro que nós. Daí a rapidez!

 

Fomos nós que demos a deixa ao mostrar medo.


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 23:44
link do post | E custa, comentar neste blog?
 O que é?

Domingo, 10 de Abril de 2011
Quem cuida assim senão os pais?


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 14:42
link do post | E custa, comentar neste blog?
 O que é?

Sábado, 10 de Abril de 2010
Cruzamentos selvagens

Nem tigre, nem leão, conheça o maior felino do planeta

O híbrido de leão (Panthera Leo) e tigresa (Panthera tigris) é chamado de ligre ou liger (do inglês lion e tiger)
 
O leão (Panthera leo) é o "rei das selvas" e o tigre (Panthera tigris) é a maior espécie dessa família.
Mas existe um felino ainda maior: justamente o híbrido entre os dois, o ligre. Segundo o biólogo Roberto do Val Vilela, do setor de Mamíferos do Zoológico de São Paulo, esse animal é resultado do cruzamento de um leão com uma tigresa e pode atingir incríveis 4 m de comprimento e, com apenas três anos de vida, pode pesar meia tonelada.
Como ele pode ser tão grande? De acordo com Vilela, se acredita que seja resultado da falta de genes que condicionam a produção dos hormônios inibidores do crescimento. Acontece que esses genes nos leões são herança da mãe, enquanto que nos tigres eles são herdados do pai, ou seja, como o ligre é um cruzamento de um leão com uma tigresa, ele não tem esses genes.
O cruzamento entre os animais só ocorre por ação do homem, já que os hábitos das espécies são diferentes (os leões vivem em grupo e os tigres são solitários, por exemplo) e os dois não compartilham os mesmos territórios - com exceção de um parque na Índia.
Existe também o cruzamento entre tigre e leoa, chamado de tigreão. Não é tão comum quanto o ligre e pode exibir características de ambos os pais - podem ter pintas da mãe (leões têm o gene para pintas e as crias de leão são pintadas) e listras do pai. Se pensarmos que recebe os genes que inibem o crescimento tanto de pai quanto de mãe, o tigreão deveria ser um animal pequeno, mas isso não ocorre e, apesar de não se aproximar do peso do ligre, frequentemente esse animal chega aos 180 kg.
------------
Alzira Miranda

TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 23:15
link do post | E custa, comentar neste blog?
 O que é?

Domingo, 20 de Abril de 2008
É osga!

osga_escamuda.jpgEu convivo com todos os bichinhos que por aqui tenho.  São muito simpáticos!
Agora estou com um problema grave porque um rato vai comer no prato dos passarinhos.
E esta, hein? E o malandro é grande!
Vou ter que resolver este dilema sem atacar o animal. Mas esta história fica para 2ªs núpcias.

Não compare uma osga a uma lagartixa, que é um bichinho tão simpático e não anda pelas paredes e tectos.
Uma osga é exactamente um crocodilo em ponto pequeno.
Uma osga é impressionante porque até tem o dorso mais alto e largo. É escamuda, e tem a cabeça larga, de boca rasgada e grande, exactamente como os crocodilos. A cabeça é que é triangular e a dos crocodilos é comprida e as patas têm a faculdade de se agarrarem, como se fossem ventosas e os crocodilos não.
(Olha se os crocodilos também fossem assim!... Já viu um crocodilo chapado no tecto da sua casa?  hehehehehe)
Apesar de não fazerem mal algum, pelo contrário, elas alimentam-se de aranhas, moscas e pequenos bichinhos, todo o mundo implica com elas e quer matá-las. Talvez porque exibam um certo ar pré-histórico e o homem tende a eliminar o que desconhece!
Mas há gente que só pensa mesmo em matar o que quer que seja. Graças a Deus que não é o meu caso!

Uma lagartixa é um bichinho simpático, esguio, elegante que se eleva um pouco na patinhas da frente e olha para nós, tipo lagarto em ponto pequeno. Essas, quando as apanho dentro da banheira do quintal, (a minha piscina dos pobres... rssss), até lhes faço festas no dorso.

Como sempre digo, é vive e deixa viver os outros, sejam animais, plantas ou  gente.
----------
17/08/2007
Laura


TAGS - temas do blog
(clique em cima):
,

publicado por LauraBM às 00:12
link do post | E custa, comentar neste blog?
 O que é?

Quinta-feira, 10 de Abril de 2008
As osgas - não prejudicam

osga_castanha.jpgDISTRIBUIÇÃO E ABUNDÂNCIA
Esta espécie ocupa o Sul da Europa (Península Ibérica, Sul de França, Itália e ex-Jugoslávia), várias ilhas mediterrânicas e o Norte de África, de Marrocos ao Egipto. É a osga mais amplamente distribuída em Portugal, estando apenas ausente em parte do quadrante Noroeste.

HABITAT
Está estreitamente ligada a habitats rochosos, tais como rochedos, muros, montes de pedras e paredes de casas, podendo também viver em troncos de árvores. A sua capacidade de se manter em superfícies verticais deve-se ao efeito de sucção das lâminas que possui nos dedos e às sedas que cobrem essas lâminas. Convive com várias espécies de lagartos e lagartixas. Em algumas áreas costeiras do Sul também pode viver em proximidade da osga-turca. Quando repartem o mesmo muro ou parede, a osga-comum prefere os locais mais altos, enquanto a osga-turca usa os locais mais baixos.

INIMIGOS NATURAIS
Entre os inimigos naturais da osga incluem-se vários répteis, como o sardão, a víbora-cornuda e a cobra-de-escada, mamíferos como os gatos domésticos e as genetas, e aves como as corujas.

ALIMENTAÇÃO
Alimentam-se essencialmente de insectos e aranhas. Esporadicamente também consomem elementos vegetais. As osgas de maiores dimensões podem ainda predar pequenas lagartixas ou outros vertebrados. Geralmente identificam as presas pelos movimentos.

CURIOSIDADES
Têm capacidade de mudar de cor, consoante as características do meio em que se encontram e o seu estado emocional.

LOCAIS FAVORÁVEIS DE OBSERVAÇÃO
São pouco tímidas, podendo ser facilmente observadas nas paredes de casas ou em muros. Gostam de ficar perto de lâmpadas acesas, já que as luzes atraem muitos insectos de que se alimentam.
---------------
16/08/2007
Laura B. Martins


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 00:23
link do post | E custa, comentar neste blog?
 O que é?

Segunda-feira, 5 de Junho de 2006
A ostra e a pérola

perola_conchaaberta3.jpgAs pérolas são feridas curadas, pérolas são produtos da dor, resultados da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia.
A parte interna da concha de uma ostra é uma substância lustrosa chamada nácar.
Quando um grão de areia a penetra, as células do nácar começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra.
Como resultado, uma linda pérola é formada.
Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada...

Você já se sentiu ferido pelas palavras rudes de um amigo?
Já foi acusado de ter dito coisas que não disse?
Suas ideias já foram rejeitadas, ou mal interpretadas?
Você já sofreu os duros golpes do preconceito?
Já recebeu o troco da indiferença?
Então, produza uma pérola!!! Cubra suas mágoas com várias camadas de amor.

Infelizmente, são poucas as pessoas que se interessam por esse tipo de movimento.
A maioria aprende apenas a cultivar ressentimentos, deixando as feridas abertas, alimentando-as com vários tipos de sentimentos pequenos e, portanto, não permitindo que cicatrizem. Assim, na prática, o que vemos são muitas "ostras vazias", não porque não tenham sido feridas, mas, porque não souberam perdoar, compreender e transformar a dor em amor.
Tudo é aprendizado...
----------------------------------
3/11/2004
Artigo recebido via Internet, s/autoria


TAGS - temas do blog
(clique em cima):
,

publicado por LauraBM às 00:00
link do post | E custa, comentar neste blog? | Veja o que os outros disseram (2)
 O que é?

Segunda-feira, 10 de Abril de 2006
Chita faz 74 anos

Chita faz 74 anos como Hollywood gosta, mas sem Tarzã.
chimpanze_nqver.jpgA macaca Chita, famosa companheira de aventuras de Tarzã, completou nesta terça-feira 74 anos ao melhor estilo de Hollywood, entre fotógrafos e discursos, mas sem a companhia do homem que lhe deu a fama.

O chimpanzé, na verdade um macho, que co-estrelou uma dúzia de filmes de Tarzã nos anos 30 e 40, se aposentou há décadas e vive no seu santuário em Palm Springs (Califórnia), ao lado de vários outros antigos astros de Hollywood.

Segundo o Livro Guinness de Recordes, é o chimpanzé mais velho do mundo.

O normal para a espécie é viver até os 40 anos, mas em cativeiro muitos chegam aos 60.

Um neto de 17 anos, o chimpanzé Jeeter, esteve ao lado de Chita na comemoração, assim como o seu amigo e tratador Dan Westfall.

Ele assegurou que os passatempos favoritos do astro são "ver televisão e, é claro, fazer macaquices".

A sua última aparição na tela foi em 1967, junto a Rex Harrison, em Dr. Doolitle. Seu fiel companheiro de aventuras nos filmes de Tarzã, o ator Johnny Weissmuller, morreu em 1984.

As celebrações do aniversário de Chita incluem uma homenagem no Festival Internacional de Comédia de Peñíscola (Espanha), o primeiro prémio de sua carreira. Mas a idade avançada impediu a sua viagem.
A vida de excessos em Hollywood cobrou seu preço. Chita costumava fumar charutos e beber cerveja, mas agora tem que receber insulina por causa da diabetes e mantém uma dieta de frutas frescas.

Mesmo assim, como outras muitas estrelas aposentadas, Chita também encontrou no mundo dos actos beneficentes um prolongamento da carreira. A sua mansão em Palm Springs recebe macacos que não tiveram a mesma sorte no mundo do espectáculo.
A casa faz parte da fundação Cheeta, sigla de Habitat Criativo para a Melhora de Símios em Perigo de Extinção.
-----------
13/04/2006
EFE


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 19:41
link do post | E custa, comentar neste blog?
 O que é?

Quarta-feira, 5 de Janeiro de 2005
Os gansos

QUANDO OS GANSOS EMIGRAM PARA UM LUGAR MAIS QUENTE PARA PASSAR O INVERNO, VOAM EM FORMA DE "V".
gansosV.jpg- Quando um ganso bate as asas, cria um vácuo para o pássaro seguinte.
Voando numa formação em V, o bando inteiro tem o seu desempenho melhorado em 71% mais do que se a ave voasse sozinha.

Pessoas que compartilham uma direcção comum e senso de comunidade, podem atingir seus objectivos mais rápido e facilmente.

- Sempre que um ganso sai da formação, sente subitamente a resistência por tentar voar sozinho.
Rapidamente, volta para a formação, aproveitando a aspiração da ave imediatamente à sua frente.

Se tivermos tanta sensibilidade quanto um ganso, permaneceremos em formação com aqueles que se dirigem para onde pretendemos ir e nos dispomos a aceitar a sua ajuda, assim como prestar a nossa ajuda aos outros.

- Quando o ganso líder se cansa, muda para trás na formação e, imediatamente, um outro ganso assume o lugar, voando para posição de ponta.

As pessoas, assim como os gansos, são dependentes umas das outras. É preciso acontecer um revezamento das tarefas pesadas e dividir a liderança.

- Os gansos de trás, na formação, grasnam para incentivar os da frente e aumentar a velocidade.

Precisamos nos assegurar de que o nosso "grasnar" seja encorajador para que a nossa equipe aumente o seu desempenho.

- Quando um ganso fica doente ou fraco, dois gansos saem da formação e seguem-no para ajudá-lo e protegê-lo. Ficam com ele até que ele esteja apto para voar ou morra.
Só assim, eles voltam ao procedimento normal, com outra formação, ou vão atrás de outro bando.

Se nós tivermos tanto bom senso quanto os gansos, também estaremos ao lado das outras pessoas nos momentos difíceis.
--------------
20/04/2005
Josimar Santos


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 22:38
link do post | E custa, comentar neste blog?
 O que é?

Sexta-feira, 3 de Setembro de 2004
Arapongas - Poema

araponga_fundoazul.jpg No prédio, uma araponga bate ferro,
Reclama a liberdade que antes tinha,
Já que a tristeza dela é como a minha,
Adiro ao seu protesto e os olhos cerro.

Mas essa ave grosseira, se não erro,
Me tem por desafecto e me espezinha.
Perplexo, ouvi seu canto inda agorinha,
Canto estridente, parecia um berro.

- "Não posso voar, sou presa a esta gaiola.
E tu? ... Algum tirano te controla?"
- "Meus grilhões (falei a ela) ninguém vê."

A timpânica voz dessa araponga
Só faz me censurar na noite longa:
- "Que fizeste da vida? O quê? O quê?!"
-----------------------
Solange Rech
Poema premiado no Concurso Nacional de Poesias - Marcas do Tempo VI

 

  A sentinela da mata –- Araponga
arapongas_casal.jpg Casal de arapongas criado em cativeiro - Itajubá, MG: as fêmeas não cantam e, por isso, são menos perseguidas

O canto estridente da araponga, que chega a agredir os ouvidos mais sensíveis, é usado pelo macho para atrair a fêmea; ela escolhe aquele que cantar mais forte.

Na mata, o som estridente da martelada sobre uma bigorna é indicativo de boa qualidade de ambiente.

Esse som, emitido por exemplares machos de uma ave pertencente ao género Procnias e popularmente conhecida como araponga, é forte na época da reprodução, como forma de atrair a fêmea para o acasalamento, e pode ser ouvido há mais de 1 quilometro de distância.
Extremamente selectivas, essas aves se alimentam exclusivamente de frutos silvestres e habitam a copa das mais altas árvores da floresta, também as mais antigas: condições típicas de vegetação primária e diversificada ou de florestas preservadas.
São quatro as espécies desse género descritas até agora. Três delas ocorrem no Brasil: duas na Mata Atlântica e uma na Floresta Amazónica. A outra espécie é encontrada somente no Panamá, na Costa Rica e na Nicarágua, países da América Central, em áreas de florestas.

Mas o mesmo canto que coloca essa ave numa posição de destaque na mata é também a sua desgraça.
Com o desmatamento, o contacto com o homem foi inevitável e não tardou a ser caçada e engaiolada.
Além de não cantarem, as fêmeas não possuem a exuberância da plumagem predominantemente branca dos machos. Suas penas têm tons de verde oliváceo e preto, o que ajuda na sua camuflagem. Por isso, não foram tão caçadas quanto os machos, ao longo dos anos.
-------------------------
09/2004
pesquisa de Internet


TAGS - temas do blog
(clique em cima):
,

publicado por LauraBM às 23:44
link do post | E custa, comentar neste blog? | Veja o que os outros disseram (1)
 O que é?

Quinta-feira, 15 de Julho de 2004
Uirapuru - pássaro

Uirapuru-galho.jpg A lenda do uirapuru é interessante.
Dizem que no Sul do Brasil, havia uma tribo de índios, cujo cacique era amado por duas moças muito bonitas. Não sabendo qual escolher, o jovem cacique prometeu casar-se com aquela que tivesse melhor pontaria.
Aceite a prova, as duas índias atiraram as flechas, mas só uma acertou o alvo. Essa casou-se com o chefe da tribo.
A outra, chamada Oribici, chorou tanto que suas lágrimas formaram uma fonte e um córrego. Pediu ela a Tupã que a transformasse num passarinho para poder visitar o cacique sem ser reconhecida. Tupã fez a sua vontade.
Mas verificando que o cacique amava a sua esposa, Oribici resolveu abandonar aqueles lugares e voou para o Norte do Brasil, indo parar nas matas da Amazónia.
Para consolá-la, Tupã deu-lhe um canto melodioso.
Assim, canta para esquecer as suas mágoas; e os outros pássaros, quando encontram o uirapuru, ficam calados para ouvir as suas notas maravilhosas. Por causa de seu belo canto, chamam-no de: professor de canto dos pássaros.
O uirapuru (Leucolepis arada) é o cantor das florestas amazónicas.
Seu visual não é dos mais atraentes, normalmente tem a cor verde-oliva com cauda avermelhada.
Entretanto, tem um canto tão lindo, tão melodioso, que os outros pássaros ficam quietos e silenciosos só para ouvi-lo.
Todavia este canto somente pode ser ouvido 15 dias por ano, na época em que constrói o seu ninho.
Não bastasse isto, ele canta somente ao amanhecer, por 5 ou 10 minutos.
Neste pássaro, o real e o lendário se confundem: dizem que ele não repete frases musicais.
Por todas estas qualidades, os indígenas e sertanejos acham que ele é um pássaro sobrenatural. Na verdade, o seu nome quer dizer: "pássaro que não é pássaro". Depois de morto o seu corpo é considerado um talismã que dá felicidade a quem o possui.
Para os tupis o uirapuru é um deus que toma a forma de pássaro e anda sempre rodeado por outros. A ele atribuem a virtude de conduzir um refluir de pessoas à casa de quem possui um deles.
********//********

INSPIRANDO ARTISTAS

O uirapuru também encanta os artistas.
O maestro Heitor Villa-Lobos compôs em 1917 o poema sinfónico "Uirapuru", baseado em material do folclore e colectado em viagens pelo interior do Brasil.
Na lenda que inspirou a obra, o pássaro encantado - "rei do amor" - é flechado no coração por uma moça embevecida com a suave canção e transforma-se num garboso jovem.
********//********

letra da musica UIRAPURU
Jacobina e Murilo Latini

Uirapuru, uirapuru
Seresteiro, cantador do meu sertão
Uirapuru, uirapuru
Ele canta as mágoas do meu coração
A mata inteira fica muda ao teu cantar
Tudo se cala para ouvir sua canção
Que vai ao céu numa sentida melodia
Vai a Deus em forma triste de oração
Uirapuru, uirapuru
Seresteiro, cantador do meu sertão
Uirapuru, uirapuru
Ele canta as mágoas do meu coração
Se Deus ouvisse o que te sai do coração
Entenderia que é de dor tua canção
Que nos seus olhos anda o pranto em moradia
Que daria para salvar o meu sertão
Uirapuru, uirapuru
Seresteiro, cantador do meu sertão
Uirapuru, uirapuru
Ele canta as mágoas do meu coração.
********//********

DADOS NOMES COMUNS:
Uirapuru-verdadeiro, Corneta ou Músico.
NOME EM INGLÊS: Organ Wren
NOME CIENTÍFICO: Cyphorhinus aradus
FILO: Chordata
CLASSE: Aves
FAMÍLIA: Troglodytidae
PLUMAGEM: pardo-avermelhada e bem simples
CARACTERÍSTICA FÍSICA: Tem bico forte, pés grandes e, às vezes, nos lados da cabeça, um desenho branco.
COMPRIMENTO: 12,5 cm.
CANTO: Com um canto longo e melodioso, sua "intenção" é outra: a atracção para acasalamento. Esses cantos duram de dez a quinze minutos ao amanhecer e ao anoitecer, na época de construção do ninho.
Durante o ano todo, o uirapuru canta apenas cerca de quinze dias.
O canto do uirapuru ecoa na mata virgem. O som, puro e delicado como o de uma flauta, parece ter saído de uma entidade divina.
Os caboclos mateiros dizem com grande convicção que, quando canta o uirapuru, a floresta silencia: como se todos os cantores parassem para reverenciar o mestre.
-----------------------------
MarileneCy
http://www.ananke.com.br


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 21:37
link do post | E custa, comentar neste blog? | Veja o que os outros disseram (2)
 O que é?

R O D A P É

Frase Especial

"Não há crueldade pior que pensar e acreditar que os animais existem para servir o Homem."
--------------------
Gabriela Toledo

Ama a Natureza?

"Então, não compre artesanato que contenha partes de animais.
Se ninguém comprar, os traficantes terão que mudar de atividade e milhões de animais deixarão de ser sacrificados."

Algo mais sobre mim
TAGS - temas do blog
(clique em cima)

00-especial

000-homenagens

01-animais do ar

02-animais do mar

03-animais da terra

04-eles são assim

04-fábulas

05-animais de amigos

06-saúde animal

07-artigos divertidos

08-pense nisto

09-poemas outros

10-crónicas-laura

10-poemas-laura

11-ternuras e piadas

12-datas especiais

12-natal

todas as tags

Meter o nariz no blog...
 
subscrever feeds
Novidades no blog

Abraço de koala

Quem cuida assim senão os...

Cruzamentos selvagens

É osga!

As osgas - não prejudicam

A ostra e a pérola

Chita faz 74 anos

Os gansos

Arapongas - Poema

Uirapuru - pássaro

Antiguidades óptimas
Também gostará de:

10 blogs para conhecer no...

Sua presença basta

Poema - Mais vale guardar...

Links especiais:
Fazer olhinhos