A maior beleza das aves está na sua liberdade!
Muitas coisas o pássaro diria, se pudesse falar.
E a tua alma, criança, tremeria, vendo tanta aflição.
E a tua mão, tremendo, lhe abriria a porta da prisão...
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008
A Andorinha

Esta história nãcalafatis_morto.jpgo tem um "happy end". Apenas registra a sensibilidade de um fotógrafo, que documentou o sentimento de perda de uma pequena ave. E onde talvez se possa concluir que muitas vezes os animaizinhos são mais "humanos" do que nós.

Trata-se de uma história de andorinhas em um "timing" perfeito de um fotógrafo Tailandês.
"Um dia nublado no porto sul de Formosa. Muitas andorinhas fazem revoadas sobre as ruelas do porto. Fico preocupado com o vai e vém dos caminhões. De repente, um passa rapidamente à minha frente e quando olho a minha esquerda vejo um tufo preto no chão. Logo notei que algum acidente havia acontecido outra vez".
"Os pássaros são também muito sentimentais e logo um irmão voou para o seu lado relutante em aceitar a verdade".
"Uma terceira andorinha ainda se aproximou como tentando dizer-lhe que a verdade não poderia ser mudada... Mas a outra, gritou dolorosamente, exijindo que fossem deixadas a sós ... parecia querer acreditar que nada tinha acontecido ali".
"Um outro grande caminhão passou e o movimento do ar fez com que a andorinha inerte rolasse sobre o piso. A andorinha irmã voou imediatamente pra trás crendo ser aquele um movimento de recuperação, uma manifestação de vida...."
"Não vendo nenhuma outra reação, ela começou a chacoalhar o irmão inerte: "... Hei acorda ... acorda..."
"Infelizmente ele não mais podia responder... Ela ainda tentou confortá-lo, abrigá-lo sobre suas asas".
"Entretanto, já era demasiado tarde... Mas ela ainda, vibrou as asas, repetidas vezes...."
"A inerte andorinha já não podia mais responder ..."

"Um outro carro ... a andorinha voou, mas imediatamente voltou logo que ele passou..."
"Mesmo que as outras andorinhas lhe dissessem que seus esforços eram em vão, ela ainda tinha esperança que seu irmão se levantasse outra vez".
"Um outro caminhão passou e o corpo moveu um bocado... Novamente a irmã tentou levantá-lo usando de toda a força que tinha".
"E quando notou que não podia carregá-lo, gritou : "Porquê você não se levanta?"

"Eu não podia mais continuar a fotografar. Eu estava muito chateado e compadecido com aquela situação. Até pensei em levar a andorinha morta para um arbusto próximo, mas minha interferência em pouco adiantaria.
Só posso dizer que a andorinha pairou perdida no céu e gritou diversas vezes, até que finalmente se afastou como que aceitando a verdade".
----------------------------------
8/12/2006
Artigo recebido via Internet, s/autoria


TAGS - temas do blog
(clique em cima):

publicado por LauraBM às 22:30
link do post | E custa, comentar neste blog?
 O que é?

R O D A P É

Frase Especial

"Não há crueldade pior que pensar e acreditar que os animais existem para servir o Homem."
--------------------
Gabriela Toledo

Ama a Natureza?

"Então, não compre artesanato que contenha partes de animais.
Se ninguém comprar, os traficantes terão que mudar de atividade e milhões de animais deixarão de ser sacrificados."

Algo mais sobre mim
TAGS - temas do blog
(clique em cima)

00-especial

000-homenagens

01-animais do ar

02-animais do mar

03-animais da terra

04-eles são assim

04-fábulas

05-animais de amigos

06-saúde animal

07-artigos divertidos

08-pense nisto

09-poemas outros

10-crónicas-laura

10-poemas-laura

11-ternuras e piadas

12-datas especiais

12-natal

todas as tags

Meter o nariz no blog...
 
subscrever feeds
Novidades no blog

Não volte passarinho

Morreu-me uma andorinha

Uma questão de perspectiv...

Natal - 2013

Apostas e queixinhas

Libélula dourada - poema

Inglês aportuguesado

Tal como eu!...

Abraço de koala

ela (irresistível) e os m...

Aproveitando o banho...

Falcões peregrinos - poem...

Antiguidades óptimas
Também gostará de:

10 blogs para conhecer no...

Sua presença basta

Poema - Mais vale guardar...

Links especiais:
Fazer olhinhos